As 5 Grandes Tendências Que Irão Transformar A loja online Nos Próximos Dois Anos

08 Feb 2018 11:31
Tags

Back to list of posts

is?NxQdGJeo9SHGit7uqpTtQvQ4IQilTURTDqWo7ItcjIk&height=240 Os números do e-commerce no Brasil continuam crescendo a passos largos, mesmo durante o longo período de recessão pelo qual a nação atravessa, com índices superando a marca de 7,5 por cento ao ano nos últimos 3 anos. Nos EUA, as vendas online neste momento representam dez por cento de todo o varejo e precisa atingir a marca de quinze por cento nos próximos 2 anos. Também o digital prontamente influencia 56 por cento das decisões de compras no mundo físico.Pra se preservar por este competitivo mercado é sério continuar atualizado com as tendências que vão mobilizar ainda mais as vendas digitais e variar a maneira como consumidor e marca se relacionam. Os números comprovam que cinquenta por cento dos chamados "millennials" preferem fazer suas compras em lojas convencionais, todavia na maioria das vezes consultam o item, preço e pesquisam tudo nos seus smartphones. Os números do Ebit, relatório do setor no Brasil, sinalizam que no ano anterior, os pedidos realizados por celulares cresceram trinta e cinco,9% em ligação a 2016 e prontamente representam 56,dois por cento em termos de faturamento.Diante deste episódio assistiremos a integração entre o digital e o físico e o progresso de um recurso de imediato iniciado: O universo digital invadirá o varejo usual com a abertura das chamadas "Pop Up Stores". Além de gigantes como a Amazon, que estão abrindo pontos físicos pela América, já podemos localizar nos Shoppings Centers brasileiros, muitas "pop up stores".O comprador pode ter contato com o produto, experienciar e realizar a compra por auto serviço e receber sua encomenda no conforto do seu lar. Assim como começará a ficar mais rotineiro o cliente dar início a compra no digital e optar por atravessar na loja mais próxima de moradia, apenas para remover a encomenda. Um exemplo sensacional é a marca de moda masculina Frank and Oak, a qual neste instante abriu dezesseis lojas nos EUA.5 melhores receitas de macarrãoAdicione marcosComo é a sua personalidadevinte/01/2018 08h01 Atualizado vinte/01/2018 14h36Lá o cliente tem um show room completo das coleções e conta com serviços como uma barbearia e uma cafeteria premium. Além da comodidade, o consumidor pesquisa uma experiência no instante em que executa tuas compras, dessa forma veremos em tão alto grau o varejo online abrindo "pop up stores" quanto as lojas físicas investindo em tecnologia.Várias lojas neste momento estão oferecendo essa experiência a começar por simuladores, onde o consumidor podes literalmente personalizar uma roupa ou sapato que será confeccionado ante medida. Uma organização brasileira de turismo neste instante fornece o AR, para que os freguêses experimentem virtualmente como será tua viagem desde o momento do embarque até a chegada ao aeroporto, o seu quarto de hotel e os passeios que irão realizar. Um outro exemplo brasileiro é a fabricante de piscinas IGUI, permite ao freguês, munido de um óculos de realidade aumentada, simular e acompanhar o artefato que melhor se encaixará no seu quintal. Como mencionamos no começo deste post, estima-se nos EUA que cinquenta e seis por cento das compras realizadas em uma loja física tiveram início com uma consulta no e-commerce.As tecnologias pra verificar o chamado ROPO "Reserch online Purchase Offline ratio" ou em tradução livre: taxa de busca online e compra offline, estão cada vez mais avançadas e acessíveis ao grande varejo. A britânica Matalan descobriu, tais como, que cada £1 gasta em Adwords google resulta em £46 em vendas, sendo £31 realizados em lojas físicas.Realidade Virtual (AI) e a combinação com a técnica dos sistemas de entender com o modo do freguês irão construir uma experiência de personalização perfeita. Millennials" ou "Baby Bommers", pra cuidar cada um sujeito de forma única e direta. Marcas e varejistas tem acesso a uma quantidade gigantesca de dados de comportamento e consumo de cada consumidor, oportunizando a construção de ações de marketing um:1 nunca visto antes.A Netflix agora divide seus 93 milhões de usuários globais em "taste communities" com preferências similares entre videos e programas de Tv, fazendo recomendações com apoio no que é popular nessas comunidades. Como você irá vender online se o consumidor nunca visita o seu web site? Em 2018 os compradores irão comentar mais em vez de escrever nos seus dispositivos e usar "Voice to Interact" (Conversação por AI) como nunca antes. Varejistas, fabricantes e marcas terão que mudar a maneira como se comunicam.Para a loja virtual a superior implicação envolverá a maneira como disponibilizar dicas detalhadas de cada item com apoio nas pesquisas realizadas por voz, otimizando e disponibilizando o inventário em tempo real. A popularização dos assistentes virtuais como o Alexa da Amazon ou a SIRI da Apple também trarão implicações para os especialistas em Seo (otimização para motores de buscas), uma vez que os sistemas de voz resultam numa única resposta ao invés múltiplos resultados. Para anunciantes o estímulo será adaptar a essas interações um:1, uma vez que elas não permitem a publicidade baseada em interrupção que caracterizou o mercado nos últimos cinquenta anos. Nos Estados unidos, empresas como a Lyft, concorrente da UBER ou a Domino’s pizza neste momento permitem pedidos por voz nos seus Apps ou pelo Alexa. Esses são só 5 das grandes modificações que teremos de aguentar nos próximos dois anos, prontamente começam a trazer implicações para o mercado. Pra não perder o bonde da história e permanecer competitivo por esse mercado, que está em permanente crescimento, é considerável ficar ligado a algumas tecnologias. Voltaremos com mais fatos a essas e outras tendências nos próximos posts. Artigo publicado com autorização do autor.Quem sabe você cria muito assunto e o compartilha com sua relação todas as manhãs às 7h00. Sua lista ama receber periodicamente seu assunto. Ou quem sabe sua lista não quer ouvi-lo mais de uma vez por mês. Tendo como exemplo, se você fosse um dentista, tua tabela poderia se perceber incomodada se você enviasse dicas de uso de fio-dental mais que uma vez por mês. A conclusão é: envie e-mails na periodicidade que as pessoas querem recebê-los.Só será possível achar isso por intervenção de testes que ajudarão a designar o valor indispensável. Como posso assegurar que meus e-mails não acabam caindo pela pasta de spam? Tenho certeza que você imediatamente recebeu e-mails de marketing de outras empresas em sua pasta de spam, por isso, certamente, você não quer que isto também aconteça com os seus.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License